quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Diabo é o pai do Rock ?

Várias pessoas tem a mania de citar sempre o rock and roll , como sendo uma coisa do diabo , coisa que atrai o mal ou até mesmo a famosa "coisa" , mas de onde será que vem todo esse pensamento errado ? será que vem de berço, ou vem da televisão , porque cá entre nós pessoas que pensam dessa forma , não deve ter lido isso em livros , até duvido que saibam ler , ou até mesmo escrever , mas enfim , deixemos eles para lá , vamos curtir nosso rock and roll. A inveja deles que se exploda em meio a funks e axés da vida , por que isso que é a tal cultura no pais do futebol e carnaval. Abaixo coloquei uma musica traduzida do led zeppelin , para mostrar que de diabo não tem nada.

Kashmir

Deixe o sol bater no meu rosto, [e]estrelas preencherem meus sonhos.Sou um viajante do tempo e do espaço,Para estar onde eu estive.Para sentar com anciões da raça gentil [que]Este mundo raramente viu.Eles falam sobre os dias pelos quais eles sentam e esperamE tudo será revelado.Conversa e canção de línguas de alegre encanto,Cujos sons acariciam meu ouvido.Mas nem uma palavra que ouvi eu poderia contar,A história era absolutamente clara.Eu estive voando... mãezinha, não posso negar.Eu estive voando, não posso negar, não posso negarTudo que vejo torna-se castanhoÀ medida que o sol queima a terraE meus olhos enchem-se com areia,À medida que examino esta terra devastada,Tentando descobrir, tentando descobrir onde eu estive.Piloto da tempestade que não deixa rastros,Como pensamentos dentro de um sonho,Preste atenção no caminho que me conduziu àquele lugar,Córrego do deserto amarelo,Minha Shangri-lá sob a lua de verão. **Eu retornarei novamente,Certo como a poeira que flutua alta e verdadeira,Enquanto me movo através de Kashmir.Pai dos quatro ventos, encha minhas velasAtravés do mar dos anos,Sem nenhuma provisão exceto um rosto descoberto,Ao longo dos dilemas do medo.Quando eu estiver, estiver no meu caminho, sim,Quando eu vir, quando eu vir o caminho, você permanece, sim.Ooh, sim, sim, ooh, sim, sim, quando eu estiver abatido...Ooh, sim, sim, bem, estou abatido, tão abatido...Ooh, minha querida, ooh, minha querida, deixe-me te levar lá.Deixe-me te levar lá, deixe-me te levar lá...

Um comentário:

marcUs disse...

Mto bom o som hein...