terça-feira, 15 de março de 2011

Heavy´n Under Tuesday - Blaze Bayley

Boa noite, galera do Rock And Roll !!! Como estão ?

Mais um ótimo texto de Alexandre Veronesi, como ficou muito grande está dividido em duas partes e vou colocar a parte final na próxima terça, espero que gostem.

Bayley Alexander Cooke, conhecido como Blaze Bayley, grande vocalista e compositor, nasceu em Birmingham, Inglaterra, no ano de 1963.

Dono de uma voz singular, grave, marcada pela potência e feeling incomparáveis, iniciou sua carreira musical em 1984, quando formou a banda de Heavy Metal/Hard Rock Wolfsbane, ao lado de Jason Edwards (guitarra), Jeff Hateley (baixo) e Steve "Danger" Ellett (bateria). Lançaram os álbuns "Live Fast, Die Fast" (1989), "Down Fall The Good Guys" (1991), "Massive Noise Injection" (ao vivo, 1993) e "Wolfsbane" (1994), além de algumas demos e EPs.

Em 1993, Bruce Dickinson deixa o Iron Maiden, e a banda inicia audições para selecionar seu novo vocalista. Em 1994, Blaze Bayley é anunciado como frontman da Donzela de Ferro. Especula-se que participaram das audições grandes vocalistas como Michael Kiske (Helloween) e Andre Matos (Viper, Angra, Shaman).

Em 1995, é lançado o primeiro álbum do Maiden na voz de Bayley, o ótimo e sombrio "The X Factor", que conta com clássicos como "Man On The Edge", "Sign Of The Cross" e "Lord Of The Flies", além de canções injustiçadas, como é o caso de "The Edge Of Darkness" e "Look For The Truth".

Apesar da qualidade sonora do material, o álbum foi duramente criticado, devido ao fato de Blaze possuir uma forma de cantar totalmente diferente de Dickinson, o que inclusive gerou uma certa dificuldade para o vocalista executar as canções antigas ao vivo. Mesmo assim, seu desempenho ao vivo foi satisfatório.

A turnê mundial que se seguiu foi bem-sucedida, apesar de alguns problemas como doença de Blaze e desentendimentos com a platéia do Chile, após alguém cuspir nos integrantes da banda.

O polêmico "Virtual XI" sai do forno em 1998, e mesmo não possuindo a mesma qualidade do anterior, conta com as ótimas "Futureal", "The Clansman", "When Two World Collde", entre outras. A má-recepção do álbum, somada a problemas durante a tour (cancelamento de diversas datas devido à uma alergia de Bayley, causada por alguns efeitos de palco) resultaram na demissão do vocalista para a volta de Bruce Dickinson.


Com isso, Blaze Bayley decidiu seguir em carreira solo. Recrutou os músicos Steve Wray e John Slater (guitarras), Rob Naylor (baixo) e Jeff Singer (bateria).


Com essa formação, sob o nome"Blaze", a banda lança os ótimos Silicon Messiah (2000) e Tenth Dimension (2002). Enquanto o primeiro possui músicas poderosas como "Born As A Stranger", "The Brave" e "Stare At The Sun", o segundo nos apresenta as destruidoras "Kill And Destroy", "Leap Of Faith", "Speed Of Light", entre outras.
Durante a tour, a banda grava o ao vivo "As Live As It Gets", lançado em 2003.

Continua...

6 comentários:

Postado por : King Maggot disse...

Ja conheço esse blog!

;D

gosto dele

Abraço cara

Mizael disse...

Nossa cara.Quando seu blog abriu me deu arrepios. rss
Rock pesado mesmo viu...
Post legal, informativo.
Mas a aparecia do blog é que vai marcar essa visita;

http://miizaell.blogspot.com/

Dreamy girl disse...

Muito legal.

Rubi disse...

Estou conhecendo muita gente boa através do teu blog.

Continue com esse trabalho incrível.
Aguardo a continuação *-*

louanysensação disse...

informativo coisas legais de saber sobre o rock... esperando continuação ...
:p

Dayane disse...

Esse cara,é um exeplo, mesmo depois das dificuldades e obstaculos na vida, ele manteve sua banda na estrada, sem decepcionar seus fãs!!! Mostrando que o verdadeiro rock corre em suas veias \,,/

Muito boa a materia!!

Parabéns para o Alexandre e ao Douglas
:)