quinta-feira, 10 de junho de 2010

Rita Lee é nossa Parte II


Boa tarde galera do rock.
Segue a segunda parte do texto sobre a Rita Lee, espero que gostem.


Tuttti – Frutti

Formou com com sua amiga Lucia Turnbull o grupo Tutti-Frutti, mas por imposição da gravadora Som Livre o grupo passa assinar Rita Lee e Tutti Frutti.
Com essa banda, lançou alguns grandes sucessos, como "Ovelha Negra", "Agora Só Falta Você", "Esse Tal de Roque Enrow", "Miss Brasil 2000" e "Jardins da Babilônia".

Durante a gravação do primeiro disco Lúcia abandona o grupo.
Em 1977 já casada com Roberto de Carvalho que foi incorporado a banda foi presa grávida por porte e uso de maconha, ficou 1 ano em prisão domiciliar e precisava de permissões especiais do juiz para sair e fazer seus shows.
Compôs com Paulo Coelho a polêmica música “arrombou a festa” e o compacto dom essa faixa bateu recordes de venda chegando a 200 mil cópias.
Depois do LP "Babilônia", em 1978, a banda se desfez. Seu nome foi registrado por um dos integrantes, que queria obrigar a saída de outro. Rita reformulou a banda e colocou na estrada o show Rita Lee & Cães e Gatos, nome dado devido às brigas internas durante os ensaios. Esse show deu origem a um dos primeiros álbuns piratas do Brasil, hoje, artigo de colecionador.



Caso sério

Ao lado de Roberto em 1979 lançou um álbum que mostrava seu lado romântico e permitia misturas inimagináveis. O grande hit foi “Mania de Você” a dúvida que pairava era se a febre Rita Lee resistiria a mais um verão.

A resposta veio com "Lança Perfume". Sucesso absoluto no Brasil, a música ficou por mais de um mês no primeiro lugar da Billboard americana e virou must nas boates da Europa. Até o Príncipe Charles passou por excêntrico ao dizer que sua cantora predileta seria Rita Lee.

Na turnê de lançamento do LP "Rita Lee e Roberto de Carvalho"  em 1982, Rita começou a ter sérios problemas de saúde, chegando a desmaiar no palco no meio de um show no Morro da Urca (Rio de Janeiro).

Abalada com alguns problemas pessoais. Sua irmã mais velha havia falecido, sua amiga Elis Regina pouco depois e o pai que também estava muito doente veio a falecer também em meio disso teria que conciliar a turnê que estava frenética.

Em 1983 lançou um disco onde nem apareceu para divulgar, foi pega pela crítica e ficou até 1984 sem aparecer.

Boatos surgiram que ela estava com leucemia, em dezembro de 84 no rock in rio Rita apareceu de peruca, em outras apresentações mais perucas e problemas na voz, no palco confessou estar enferrujada para a platéia.

Mais uma vez, Rita retirou-se de cena. Trancou-se no estúdio por sete meses e gravou um ótimo álbum, porém longe do estilo festivo da dupla. A crítica adorou, mas a resposta em vendas não foi a esperada. Mesmo assim, pôs fim aos boatos e a qualquer suspeita de alguma doença grave.

Em 1987 depois de gravar “flerte Fatal” Rita declarou guerra a imprensa e ficou um longo tempo sem dar entrevistas um jornalista do Estado de São Paulo fez críticas pessoais dizendo que Rita estaria em "menopausa criativa". Ela, que nunca havia se envolvido com críticas a seu trabalho, não aceitou a agressão. Ameaças e brigas de todos os lados, estava declarada a guerra.

Ainda nesse ano, voltou a turnê anunciando que seria seu ultimo show e depois de dois discos atacados duramente pela crítica Rita anuncia o fim da dupla com Roberto, e boatos apontavam que era o fim do casamento também.


Passou um tempo fazendo cinema e televisão como atriz e apresentadora, em 1990 voltou com o cd "Bossa'n'Roll” que teve uma ótima vendagem. Cinco anos depois abriu o show dos Rolling Stones no Brasil, pouco antes disso ela havia sido internada e os boatos davam conta que ela teria tentado se suicidar, ela ficou laguns dias internada chegando a ficar em estado de coma (o que preocupou seus fãns e a produção dos Stones) Ela explicou um leve acidente à base de cha de trombeta e completamente recuperada abriu o show dos Stones no lugar dos Spin Doctors.
 
Depois disso saiu a turnê A Marca da Zorra que ficou marcada com a Volta de Roberto ao comando da banda.

Texto por : Arathane Spada 
 
Espero que tenham gostado, logo mais coloco a 3º parte.

16 comentários:

♰'Verônica Barboza disse...

"Mania de você" é um grande hit. Eu adoro Rita, ela é uma grande cantora...o/

Karla Hack disse...

Eu tenho adoração pela Rita Lee...
Ela é a maior rockeira deste país com certeza!
Amei ler estes detalhes sobre a carreira dela...
Muito bom!

Marcos Aquino disse...

Rita Lee, é uma mestra, cantora incomparavel.

melimaenomenon disse...

ESSA tem história! E eu nem sabia desse sucesso todo de Lança Perfume na gringa, muito legal!

Arathane disse...

é.... rita é um mito apesar de muita gente não gostar .... !!! ela é demais

Fabiano disse...

Rita é uma lenda viva do rock nacional. uma mulher autêntica, sem papas na língua e que além de tudo arrasa nos palcos. recentemente fui ao show dela em BH e é impressionante a vitalidade da vovó do rock... hehehehe...
post show de bola.

Monalisa Marques disse...

Gostei MUITO do teu blog.
Com certeza, vou voltar aqui mais vezes.

Abraço!

M!sunderstood disse...

Adoro a Rita, ela é realmente demais, pena que artistas como ela são muito dificeis de encontrar nos dias de hoje

Danilo disse...

Pois é cara. Eu também curto rock, mas, não é meu estilo musical predileto.

Sobre a ferramenta Formspring.me, tem o outro tópico também, o primeiro do meu blog que fala um pouquinho melhor sobre ela.

Abraços.

Arash Gitzcam disse...

rita lee tem até um clima.

Evelyne V. Nami disse...

Muito bom saber mais detalhes sobre a vida e a carreira de nossa rainha do rock!!!
Esperando a próxima parte!!!!
Até

Jefferson disse...

ótimo post, parabéns!

http://figurinhasdorock.blogspot.com/

abraço!

Adriana Soares disse...

Adoro a Rita Lee!!

Amei seu blog, vou voltar sempre!

Da uma passadinha no meu!

http://adrianasoares15.blogspot.com/

Abs,

{ I V Y } disse...

nice!

Letícia disse...

acho que em todo texto que outra pessoa escreve merecia créditos ... é assim que funciona no mundo da comunicação ...

Punka disse...

Rita é a mãe do rock,se não tivesse ela,hoje também não teria,pitty,Megg e tantas outras vozes femininas do rock